sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Como receber seus convidados e Ritual para um jantar

Decorar com flores, dar requinte e conforto aos seus convidados. Qual o melhor dia? Hora? Almoço ou jantar? Montar a mesa com os melhores pratos, talheres, copos de cristais modernos para vinho e água, guardanapos de linho, dois a três dias de preocupação e cuidados com o que servir, quem irá servir, quem vai cozinhar, haverá um chef?


O brasileiro está entre os mais receptivos e acolhedores povos do mundo, foi classificado entre os 10 que melhor recebe em suas casas. Os almoços e jantares são sempre charmosos e carinhosos.
Porque não nos sofisticamos e buscamos seguir um ritual conhecido como “perfeito” no mundo da eno-gastronomia?


Vocês vão ver agora como combinar melhor todo o ritual anterior com a arte de servir bons vinhos.


Às vezes as pessoas evitam este tema, pois acham que vão gastar demais. Minha intenção é que todos tenham acesso a estes momentos dentro do custo possível de cada um e saiam da mesmice, oferecendo almoços, jantares ou festas sem nenhum charme no serviço, na comida, no vinho ou nos copos.


Todo almoço ou jantar é muito parecido, é muito importante seguir as tradições seculares, harmonizando o prato e o vinho pelo seu encorpamento.


- Receba com a mais espiritual e alegre das bebidas: o espumante, pode ser um bom Champagne ou um excelente Prosecco, com appetizers e delicadezas gastronômicas.
- Busque servir o primeiro prato leve, com peixes, frutos do mar, carnes brancas, etc, e combine com um bom vinho branco seco. - No prato principal, sirva algo mais encorpado, como caças, pastas ou carnes diversas ao molho, com mais personalidade, e combine com o que você puder servir de melhor em vinhos tintos.


- Na sobremesa, nunca esqueça de servir um vinho doce, branco ou tinto combinando com o tipo da sobremesa, exemplos: os vinhos brancos doces são para as sobremesas mais delicadas, os tintos, como Porto, acompanham melhor as sobremesas a base de chocolate.


Este é o básico, mas existem algumas diferentes formas de servir. Você também pode receber com um bom vinho do porto. Na entrada servir um doce Sauternes com foie gras, vinhos doces com queijos fortes, vinhos tintos com queijos leves e até bebericar um vinho doce após o café, junto com o charuto. Cuidado! Se você for receber apreciadores de charuto, prepare o ambiente para tal e também não se esqueça de trocar os copos adequados para cada vinho, este ritual é um dos mais sofisticados.


Para você, minhas sugestões de vinhos em tais categorias:A quantidade normal é de 1 garrafa para 2 ou 3 pessoas.




DIA-A-DIA


*Para receber:Prosecco di ValdobbiadeneCol di Salici – (Veneto)
“Espumante Italiano, sensacional, leve, frutado, com final seco e agradável”.


*1º Prato:Chardonnay 2008Viña Haras de Pirque – (Chile)
“Vinho branco de grande personalidade, paladar excepcional, linda cor e gosto de frutas cítricas.


*Prato principal:Chianti Clasico Poggio Rosso 2001San Felice – (Itália)
“Tinto fantástico, frutas vermelhas, personalidade forte, bem delineado, final maduro”.


*Sobremesa:Muscat Beaumes de Venise 99Vidal Fleury – (França)
“Vinho clássico da França região de Vidal Fleury, harmonioso, bem equilibrado, com aromas de frutas vermelhas intensas”.

MOMENTO ESPECIAL


*Para receber:Champagne Brut RéserveMaison Philipponnat – (França)
“A fineza deste champagne aparece como uma suprema elegância na gama aromática e as borbulhas finíssimas”.


*1º Prato:Chablis 1er Cru “Cote de Léchet” 98La Chablisienne – (França)
“Grande Chablis da famosa Cave La Chablisienne, tem cor brilhante, aromas florais delicados e toque mineral”.


*Prato principal:Corton Grand Cru “Renardes” 95Domaine Prince Florent de Mérode – (França) “Um dos Grands Crus mais intenso e delicado desenvolve incríveis aromas complexos de cereja, alcaçuz e couro”.


*Sobremesa:Château Bouyot 98Sauternes – (França)
“Um Sauternes de cor dourada brilhante, persistência aromática de frutas secas, na boca é doce e complexo.


MOMENTO SOFISTICADO


*Para receber:Champagne Grand Blanc Millésime 99Maison Philipponnat – (França)
“Elaborada somente com uvas brancas e com a excepcional safra de 95, impressionante pela fineza e persistência na boca”.


*1° Prato:Puligny Montrachet 1er Cru “Les Perrières” 98Domaine Etienne Sauzet – (França)
“Expressão maxima da uva chardonnay, é uma extraordinária sinfonia de aromas frutados, amêndoas e brioche”.


*Prato principal:Château Haut Brion 94Pessac-Léognan – (França)
“1er Grand Cru Classe impressionante pela concentração, profundidade e elegância dos aromas. Uma garrafa de exceção!”


*Sobremesa:Château Rieussec 94Sauternes – (França)
“Os aromas de rosas e especiarias extravagantes conferem a este licoroso uma dimensão superior”.



Observação: Os vinhos poderão ser outros, claro! Argentinos, Californianos, Australianos, Espanhóis, Portugueses, desde que o nível seja equivalente.

Um comentário:

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil! - disse...

VejaBlog
Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!
http://www.vejablog.com.br

Parabéns pelo seu Blog!!!

Você está fazendo parte da maior e melhor
seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs Premiados -
Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre
os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!

O seu link encontra-se no item: Blog

http://www.vejablog.com.br/blog

- Os links encontram-se rigorosamente
em ordem alfabética -

Pegue nosso selo em:
http://www.vejablog.com.br/selo


Um forte abraço,
Dário Dutra

http://www.vejablog.com.br
....................................................................