quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Gostei de conhecer estes blogs





Muito bom este blog http://divinoguia.blogspot.com/ inclusive ele tem um bar" o UVA, que fica na cidade de Campinas, estado de São Paulo, no Gramado Mall.
Uva Bar
R Alameda dos Vidoeiros 455, Campinas-SP
Bag In box
Sobre BIB, eu conheço a muito tempo, lá fora é muito comum.
Os vinhos acondicionados em "Bag In Box", ou BIB como é mais conhecido.
Trata-se de uma caixa de papelão, contendo uma bolsa plástica com o vinho dentro. Daí o nome "Bag in Box".
Na bolsa plástica, há uma válvula de dosagem (torneirinha) agregada que permite retirar o vinho sem que haja entrada de ar. Isso é importante porque todo vinho em contacto com ar, acaba oxidando e perdendo suas características organolépticas.
A bolsa plástica é metalizada para proteger o vinho contra a luz e é feito com material boPETmet (Metalized Biaxilly Oriented Polyethylene Terephtalate ).
Em português, o material é chamado: Polietileno Tereftalato Bi-Orientado e Metalizado. Algumas caixas de papelão trazem na parte superior, uma prática alça para transporte. Os vinhos acondicionados neste tipo de embalagem, conseguem manter suas características inalteradas por até 1 mês após aberto.
Guardando o BIB na geladeira, pode-se prolongar este prazo por 40 dias ou mais. Mas se engana quem pensa que esta embalagem é só para vinhos ruins.
Ela está sendo utilizada também para vinhos de qualidade melhor. Este sistema acaba sendo mais atractivo para donos de restaurantes e bares, que precisam servir doses individuais de vinho na taça, mas prezam pela qualidade do produto servido.
É ideal também para servir vinho em uma festa, ou onde houver um consumo "on demand". Para quem faz do vinho um hábito cotidiano em doses moderadas, é interessante a ideia de poder apreciar o vinho sem desperdícios.
Antes era necessário abrir uma garrafa e tomá-la inteira por até 3 dias Para pessoas que bebem vinho esporadicamente, não é grande vantagem, tendo em vista que a embalagem é de um mau gosto indiscutível, quando comparada ao charme e elegância da tradicional garrafa com rolha.
É difícil imaginar alguém abrindo um bom vinho para acompanhar por exemplo, uma pizza frita que foi feita rapidamente, com aquele molho pronto de latinha, em um dia de semana corrido, especialmente se a pessoa estiver em casa sozinha.
Imagine então uma polenta com molho, que é um prato bem simples. Seria estranho acompanhar esta polenta com um vinho sofisticado e caro.
Conclusão: Os vinhos de melhor qualidade, embalados em BIB acabam sendo uma opção atraente para beber uma taça de vinho honesto com comidas e refeições simples do dia-a-dia, mas jamais poderão carregar vinhos nobres ou substituir as garrafas com seus charmosos rótulos, rolhas e cápsulas.
Texto retirado do blog http://divinoguia.blogspot.com/

Bag-In-Box ou BIB
Na embalagem, uma Bag-in-Box ou BiB é um tipo de recipiente para o armazenamento e transporte de líquidos. Trata-se de uma forte bexiga (ou saco de plástico), normalmente feitas de várias camadas de filme metalizado ou outros plásticos, sentado dentro de um papelão caixa. A bolsa é fornecida para o "enchimento" como fez pré saco vazio. O "enchimento", em seguida, geralmente remove a torneira, enche o saco e, em seguida, substitui o toque. As bolsas estão disponíveis como individuais para máquinas semi-automático ou como os sacos de web, onde as bolsas têm perfurações entre cada uma. Estes são utilizados em sistemas automatizados de encher o saco onde é separado em linha, quer perante o saco é automaticamente preenchida ou depois. Dependendo do uso final, há uma série de opções que podem ser usados na bolsa, em vez da torneira. Os sacos podem ser preenchidas a partir de produtos refrigerados temperaturas até 100 graus celcius.

2 comentários:

Tati disse...

Neste NATAL...fechem as suas chaminés. Visita que verdadeiramente vale à pena chega é pela porta da frente. Na noite de Natal fujam dos tumultos e dos barulhos. Descubram a felicidade silenciosa. Ela é discreta, mas existe! Eu lhes garanto!Não tenham a ilusão de que seu Natal será triste porque será pobre. Há mais beleza na pobreza verdadeira e assumida que na riqueza disfarçada e incoerente.
O que alegra um coração humano é tão pouco que parece ser quase nada. Ousem dar o quase nada. Não dá trabalho, nem custa muito...E não se surpreendam, se com isso, a sua noite de Natal tornar-se inesquecível. "
BOAS FESTAS!

www.sualista.com.br disse...

www.sualista.com.br